21º Aniversário do Pavilhão do Conhecimento

22º Aniversário do Pavilhão do Conhecimento

25 julho 2021 · 10.00 - 19.00 . Domingo . Entrada livre



O desejo de fazer as malas e partir à descoberta do Mundo já não tem de ficar para depois. Faça check-in no Pavilhão, participe no nosso Peddy Paper Virtual e embarque por vários continentes para conhecer a ciência, as grandes descobertas científicas e alguns dos maiores cientistas de todos os tempos.

Como já é tradição, o bilhete e o cartão de embarque ficam por nossa conta!



Visita Segura · Horários

Caro visitante, neste dia é esperado um maior fluxo de público. Para sua comodidade, e de forma a cumprir todas as regras de segurança, serão criados seis turnos de entrada, com a duração de uma hora (aproximadamente).
A entrada no museu será por ordem de chegada, não sendo necessário fazer qualquer marcação prévia. Caso a lotação esteja completa no momento, receberá um cartão que garante o seu acesso no próximo horário disponível.



LOTAÇÃO MÁXIMA POR TURNO: 180 PESSOAS

HORÁRIO DOS TURNOS DE ENTRADA: 10:00 . 11:30 . 13:00 . 14:30 . 16:00 . 17:30
TEMPO DE VISITA: 1h00 aprox.





PROGRAMA



25 JULHO 2021 - ENTRADA LIVRE

10:00


CHECK-IN · ABERTURA DE PORTAS


DURANTE TODO O DIA · ANIMAÇÃO ITINERANTE + BANDA DO PAVILHÃO - DUO BRUNEL MONTEIRO E HUGBERTO LEAL

DESAFIOS PEDDY PAPER VIRTUAL


Primeiro embarque

De mochila às costas deixamos Portugal para explorar o resto da Europa. Que segredo esconde a cidade da luz? Quem foi Chladni? Será que também no velho continente somos fustigados por tornados? As respostas a estas e outras perguntas encontram-se escondidas na exposição "Explora".


Segundo embarque

Sobrevoamos o Atlântico e aterramos no continente americano. "Tcharan!" Cá estamos nós a explorar a selva selva costa riquinha, a escalar o Chimborazo como Alexander von Humdoldt e a descobrir que sons e cheiros nos transportam para memórias passadas. De caminho ainda mergulhamos na Oceânia com algumas das espécies que vivem no "Fishanário". Uau! Que tubarão enorme!


Terceiro embarque

Próximo destino: África! aqui vestimos a pele de uma lebre-do-deserto e descobrimos como sobreviver à escassez de água no deserto do Saara. Com um jerricã às costas percorremos quilómetros em busca de água, descobrimos como o ciclo da água está a ser afectado a nível global e ainda navegamos até à Ilha de Santa Luzia em Cabo Verde. Preparem-se para uma viagem até à "ÁGUA uma exposição sem filtro?".


Quarto embarque

Última paragem: Ásia! Ou deveremos dizer "DÒING" Damos um pulinho até este continente com o bolso cheio de engenhocas, programamos robôs no Japão e levantamos vôo no tubo de vento para chegar à China. Para onde nos levam os caminhos na máquina de berlindes?


19:00


REGRESSO A CASA

Momento musical: Banda do Pavilhão - Duo Brunel Monteiro e Hugberto Leal

No fim desta volta ao Mundo regressamos a casa com a mala repleta de memórias e experiências por partilhar. Último desafio do dia: será que vai reconhecer o país de origem das nossas "bolachinhas de aniversário". A viagem acaba por aqui, mas esperamos encontrar-vos novamente para novas aventuras. Até breve!






A VOLTA AO MUNDO - PEDDY PAPER VIRTUAL


COMO PODE PARTICIPAR?



O Pavilhão do Conhecimento desafia o público a embarcar num Peddy Paper Virtual, explorando os continentes e países em destaque e respondendo a algumas perguntas ao longo da jornada.
As participações que apresentem todas as respostas corretas habilitam-se ao sorteio de um Cartão Circuitos Ciência Viva. Será sorteado um cartão por cada horário de entrada.




1 - Aceitem o desafio e embarquem nesta viagem!



2 - Respondam às perguntas que preparámos nesta página.



3 - Divirtam-se! Documentem a jornada com muitas fotografias e não se esqueçam de utilizar #22anospavilhao

REGRAS DE PARTICIPAÇÃO


1 - Apenas é permitida uma participação por pessoa. Cada participação necessita de um email associado.


2 - As participações com todas as respostas corretas habilitam-se ao sorteio de um Cartão Circuitos Ciência Viva.


3 - Será sorteado um cartão por cada um dos seis horários de entrada.


4 - As participações terminam a 25 de Julho de 2021, às 20h00.


5 - As participações vencedoras serão contatadas posteriormente, depois de averiguadas as respostas e efetuados todos os sorteios e anunciadas via Instagram e Facebook



Participe no dia 25 julho · Das 10:00 às 20:00







22 razões para visitar o Pavilhão do Conhecimento


A ordem de preferência ou de importância não é a ordem numérica!


01


Somos um centro de ciência Clean & Safe. Com a atribuição deste selo, o Turismo de Portugal reconhece as medidas de segurança e a redução de riscos de contaminação pela COVID-19 que adoptámos para receber os nossos visitantes.



02


O Fishanário é a nova experiência imersiva do Pavilhão, um lugar mágico onde os miúdos (e os graúdos) vão sentir-se como peixes na água! Os visitantes são desafiados a colorir os desenhos de várias espécies, como o choco, mestre da camuflagem, a tartaruga-marinha, campeã das corridas de longa distância, e o tubarão, o maior "dentuças" do reino marinho, que depois de digitalizados irão habitar o fundo de um oceano virtual. Tudo isto acontece num ambiente mágico e interativo que dê a conhecer o mar à boleia dos cinco sentidos.



03


É o melhor cartão de visita que podíamos ter: desde 2015 que a simpática Robô Viva faz as honras desta grande casa chamada Pavilhão do Conhecimento. Agora não dispensa a sua máscara de protecção!



04


Logo à entrada do Pavilhão as mentes "mais sensíveis" poderão experimentar uma sensação de leve desequilíbrio: a "culpa" é do chão do corredor negro, que mais não é do que uma ilusão de óptica com vários metros de comprimento!



05


À primeira vista pode dar medo mas a ciência explica o fenómeno e acalma-nos o coração: a nossa Bicicleta Voadora permite pedalar sobre um fio de aço suspenso a seis metros do chão.



06


Pode confessar, não contamos a ninguém: quantas vezes lhe apeteceu encolher os seus filhos, a sogra, o chefe? Nós temos uma cadeira que, por alguns minutos, torna esse desejo (secreto) em realidade.



07


Tomar um duche no meio de uma exposição? Sim, já é possível! Trata-se de um duche eficiente, com um redutor de caudal, que se espera que venha a mudar os hábitos de quem visita a nova mostra Água - uma exposição sem filtro, produzida pelo Pavilhão do Conhecimento em parceria com a comunidade científica e as principais empresas do setor da água. Num tom positivo e cativante, a exposição explora como a ciência e a tecnologia, o conhecimento e a imaginação são decisivos para um futuro com água. Para visitar até setembro de 2022.



08


Sempre a fervilhar com projectos e protótipos, a Oficina Dòing é o espaço ideal para programar robôs, imprimir objectos com impressoras 3D, criar peças de roupa e de joalharia exclusivas com componentes electrónicos e... muito mais!



09


"Senhores e senhoras, meninos e meninas, bem-vindos ao Circo de Experiências!".
Na exposição "TCHARAN!", a emoção do parque alia-se à aventura do circo e os exploradores mais pequenos vão poder entrar num labirinto de espelhos, percorrer um trilho de lianas e guiar um carro de rodas quadradas.



10


As saudades que eu já tinha... da Casa Inacabada! A pedido de várias famílias as obras recomeçaram e vamos precisar da ajuda de todos. Venham os operadores de grua e os aprendizes de pedreiro, tragam os carrinhos de mão, o capacete e mãos à obra. Aos fins de semana e feriados, das 18h30 às 19h00, os mais crescidos podem entrar na Casa Inacabada e matar saudades da sua "alegre casinha".



11


Queremos que os visitantes explorem com total liberdade e autonomia os nossos módulos mas a nossa eficiente equipa de monitores está sempre por perto para tirar dúvidas e aprofundar conceitos.



12


Temos um tesouro bem guardado embora esteja à vista de todos os visitantes: uma bola de futebol assinada por Cristiano Ronaldo quando visitou o nosso museu, em 2006.



13


O Pavilhão tem uma escola a funcionar dentro do seu edifício: inaugurada em 2010, a Escola Ciência Viva recebe todas as semanas duas turmas do 1.º Ciclo de Agrupamentos da cidade de Lisboa. É um projecto pioneiro na Europa.



14


Miúdos e graúdos ficam rendidos ao módulo Harpa a Laser e, claro, o vídeo captado por telemóvel do concerto improvisado é garantido. Quando "tocamos" num dos raios laser, que substituem as cordas, obtemos uma nota previamente armazenada electronicamente. Mas melhor do que a explicação, é mesmo a experiência de tocar sem cordas.



15


Só existem dois em Portugal e um é nosso! O Pêndulo de Foucault, suspenso a 35 metros de altura e com uma esfera que pesa 250 kg, ganha toda uma imponência na sala nobre do museu.



16


Já imaginou desfazer um tornado com os seus dedos? A sala Explora é uma "verdadeira floresta de fenómenos naturais". Foi assim que o físico Frank Oppenheimer descreveu esta exposição, que se tornou num clássico dos centros de ciência em todo o mundo.



17


No Hotel de Insectos, instalado no espaço exterior do nosso museu, há check-in obrigatório para abelhas, vespas, borboletas e joaninhas. Este abrigo contribui para a conservação da biodiversidade, já que é o local perfeito para a reprodução e hibernação destas espécies. Quando nos aproximamos destas caixinhas de madeira podemos ver os insectos polinizadores em acção!






18


Também no espaço exterior, temos uma tabela periódica muito especial. Cada um dos 118 elementos químicos conhecidos no Universo ocupa um azulejo num grande painel que convida a que os visitantes se detenham ali por uns minutos. O banco de jardim está lá para isso mesmo!



19


Visitar o nosso museu é também desfrutar de um dos lugares mais bonitos da capital. Na envolvência do Pavilhão poderá passear à beira rio e conhecer um dos nossos ex-líbris: o Plátano Oriental, que cresce desde 2016 no Largo José Mariano Gago e que é uma homenagem ao fundador da Ciência Viva. É uma árvore especial, que simboliza o conhecimento.



20


Depois de explorar as nossas exposições há ainda uma última paragem obrigatória: a Loja do Pavilhão do Conhecimento, onde temos muita ciência e a melhor experiência! Robôs, jogos didácticos, de lógica e de raciocínio, puzzles, kits e livros científicos, uma selecção de produtos amigos do ambiente e também a linha exclusiva de produtos Ciência Viva, cujo Best Seller é o peluche da Robot Viva.






21


Basta uma mesa para voltar a sentir-se pequenino. Esta mesa e cadeiras, numa escala ampliada, mostram-nos como uma criança de três anos vê o mundo à sua volta. Que o diga, Bill Gates, que já experimentou a Mesa Gigante!






22


Na rua, em casa, na escola ou no museu...Pensar requer tempo! Neste espaço de pensamento e reflexão pode sentar-se na cadeira do pintor Rothko num ambiente criado pela equipa do teatro Aberto, a partir da ideia de Carolina Almeida. Tempo para Pensar, o novo módulo do Explora, nasce de um concurso de ideias lançado no vigésimo aniversário (2019) do Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva.







O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
turismo logo
icom logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se

icom logo

icom logo