21º Aniversário do Pavilhão do Conhecimento

22 a 25 Março 2022, Lisboa


Um planeta e uma sociedade em constante mudança são palco de variadas lutas e diversas causas. Há quem levante a voz por um oceano mais saudável. Sabemos de quem mude o Mundo uma refeição de cada vez. E não nos esquecemos de quem ergue a bandeira da equidade, reduzindo o fosso que continua a existir quando falamos de acesso a condições básicas de vida. Podemos ter diferentes interesses, escrever diferentes manifestos e guiar-nos por diferentes ideais, mas liga-nos uma CAuSA comum - esta é a nossa.

O Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva dedica uma programação ao envolvimento e ativismo da sociedade nas mais diversas vertentes e temáticas, desafiando outras entidades e instituições a contribuírem para um programa mais alargado. Palestras, workshops, exibição de filmes e documentários, tertúlias - tudo por vossa CAuSA.




Programa


PROGRAMA COMPLETO
22 MARÇO 2022
23 MARÇO 2022
24 MARÇO 2022
25 MARÇO 2022



22/03 - Dia Mundial da Água

@Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva


07.00 > 10.00 Manhãs da 3

Emissão em directo do programa 'Manhãs da 3' da Antena 3, com Tiago Ribeiro, Ana Markl, Hugo van der Ding e Joana Guerra Tadeu (Ambientalista Imperfeita). A emissão contará com a participação de elementos convidados, nomeadamente cientistas, que alertarão para as diversas dimensões e problemáticas associadas à água, à sua escassez e utilização.


Auditório José Mariano Gago

Transmissão em direto Inscrições

18.00 > 18.30 | 100 Caminhos - Concerto de abertura

Este quinteto surge de uma partilha de experiências reunidas no espaço e no tempo, refletindo vivências do centro da Europa e do Leste e referências conceptuais fortemente marcadas pelo legado norte-americano da música para metais. Vários são os caminhos que este quinteto percorre, levando o público numa viagem por diferentes compositores, como vários são os caminhos e cursos de água no planeta.


18.30 > 19.15 | 70% água - Palestra de abertura

Do planeta em que habitamos ao corpo humano a que chamamos casa, a água é o elemento unificador e que permite a manutenção da vida. Numa perspectiva holística desvendamos a importância deste bem comum que tende a escassear cada vez mais.

Catarina Grilo (ANP/WWF Portugal)


19.15 > 20.00 Uma ambientalista, um chef e uma psicóloga entram num bar

Da componente ambiental à social, passando pela vertente alimentar iremos mergulhar nos desafios que a humanidade enfrenta para compreendermos de que forma poderemos alterar o curso da história futura da água e do planeta.

Intervenções

Susana Fonseca (ZERO)
Kiko Martins (Chef Kiko)
Marta Pimenta de Brito (Psicóloga especialista clínica e trabalho)


Moderação

Catarina Canelas, CNN Portugal


20.00 > 20.30 Ideias vencedoras do Concurso de Ideias HidroDinâmic@s

Pode uma boa ideia mudar o Mundo? Que impacte podemos ter na nossa comunidade? Anunciamos as ideias mais HidroDinâmic@s e os planos para o futuro dos projectos vencedores.



Biografias | dia 22


Catarina Canelas

Estudou Comunicação Social na Universidade do Minho e iniciou-se no jornalismo em 2003, na TVI.Em 2005, a curiosidade pelo Oriente levou-a até Macau, onde foi jornalista na TDM - Rádio Macau durante quase três anos. Durante esta estada pela Ásia fez também reportagem na Malásia e viajou pela China, Birmânia, Tailândia, Singapura, Índia e Japão. De regresso a Portugal, voltou a trabalhar para a TVI, sobretudo em temas de relevância social e tem-se dedicado também à grande reportagem. É autora de vários livros e é também a jornalista responsável pela série documental “Plástico: o novo continente” que conta com inúmeros prémios nacionais e internacionais. Atualmente, incorpora a equipa da CNN Portugal.



Catarina Grilo

É bióloga marinha de formação, e atualmente Diretora de Conservação e Políticas na ANP, uma ONG de ambiente portuguesa que trabalha em associação com a WWF (ANP|WWF) num leque alargado de temas de conservação (vida selvagem, oceanos, água, florestas, alimentação, clima e energia). Ao longo da sua carreira, tem trabalhado numa variedade de organizações (setor público, privado, sem fins lucrativos, academia, filantropia) em diferentes continentes (África, América do Norte, Europa). O seu trabalho tem-se focado em assuntos ambientais na fronteira entre ciência e políticas públicas, procurando melhorar o modo como as evidências científicas e o conhecimento empírico informam a tomada de decisão. Recebeu uma menção honrosa do Prémio Terre de Femmes em 2015 pelo seu papel na criação em Portugal da primeira pescaria apoiada pela comunidade (community-supported fishery), em parceria entre pescadores e uma ONG de ambiente.



Francisco Martins

Mais conhecido como Chef Kiko, é um dos mais conceituados Chefs portugueses e uma das mentes mais ousadas e criativas por detrás de alguns dos melhores restaurantes de Portugal. Nascido no Rio de Janeiro - Brasil, após os seus pais terem emigrado de Portugal, regressa ao país do seu coração aos 11 anos. Já em Lisboa, começa por inaugurar o restaurante "O Talho", em 2013, a que mais tarde se seguiu "A Cevicheria", "O Poke" e "O Boteco". Todos com uma acentuada mistura de influências gastronómicas e com a mesma vontade de sempre: "servir o mundo à mesa dos portugueses!". Ao longo do seu percurso, participou em programas televisivos e radiofónicos com uma forte componente pedagógica: Chefs' Academy, Chefs' Academy Kids, Cook Off, Masterchef e Café da Manhã na RFM. Em 2016, ganhou o premio "Prix au Chef de L'Avenir" atribuído pela Academia Internacional de Gastronomia.



Marta Pimenta de Brito

Marta Pimenta de Brito é Psicóloga Especialista Clínica e do Trabalho, cientista clínica em multinacionais americanas, membro da Comissão de Saúde Mental do Health Parliament Portugal e é Professora Convidada em Universidades Portuguesas e Estrangeiras. Licenciada em Psicologia pela Universidade do Porto, Doutorada em Acesso à Saúde Mental pela Universidade de Zurique e Pós-doutorada em Retenção de Pacientes pela Universidade de Harvard, conta ainda com formação executiva em Comunicação e Media pela Universidade de Harvard, tendo sido eleita uma das best spokesperson Europe por Bruxelas. Tem uma vasta lista de publicações científicas, bem como uma presença assídua nos media e em conferências internacionais, e a sua paixão é ajudar pessoas e organizações a atingir o seu bem-estar. Durante a pandemia participou no maior debate sobre saúde mental em televisão no Programa Prós e Contras da RTP: Saúde Mental...A Epidemia Oculta, e foi Mentora na Comissão Europeia no Hackathon EUvsVirus.



Susana Fonseca

Doutorada em Sociologia pelo ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (IUL), foi investigadora na área da Sociologia do Ambiente no ISCTE-IUL e mais recentemente no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL) durante mais de duas décadas. É fundadora e membro da direção da ZERO - Associação Sistema Terrestre Sustentável, desde janeiro de 2016, onde coordena a área "Sociedades Sustentáveis e Novas Formas de Economia" e onde atualmente colabora. Faz parte do grupo de fundadores da Coopérnico - Cooperativa de Desenvolvimento Sustentável, CRL, a primeira cooperativa de energias renováveis em Portugal.




23/03 - O ambiente é a nossa CAuSA

@Pavilhão do Conhecimento - Centro Ciência Viva


Átrio

10.00 > 13.00 Segunda-mão, segunda-vida

A vida de um livro não tem de acabar quando lemos a última página. Um casaco que já não usamos não tem de ficar pendurado eternamente no roupeiro. Estes e outros objectos ganham uma segunda vida no mercado de trocas que convida o público a trazer de casa artigos em bom estado e que merecem uma segunda oportunidade.


Nota importante: O público é convidado a trazer artigos nesse dia para trocar no mercado de segunda-mão. Só artigos em bom estado de conservação (sem nódoas/buracos/rasgões/estragos) serão aceites. No final do dia, os artigos que não encontraram uma nova vida serão encaminhados para uma instituição de solidariedade social.

Auditório José Mariano Gago

Transmissão em direto Inscrições

11.00 > 12.20 Que desperdício?!


Nas escolas, a partilha e a interação são uma constante. As conversas de corredor e recreio têm o potencial de despoletar reações em cadeia que se estendem para lá das salas de aula e dos edifícios. O crescimento do ativismo estudantil ambiental demonstra que todos podem usar a sua voz por um planeta melhor. Mas como podemos mudar o Mundo começando pela escola? Como poderemos ajudar a criar um melhor ambiente reduzindo o desperdício? Colocando a vida escolar no centro do problema, desvendamos um projeto de combate ao desperdício já implementado em escolas e as perspetivas dos diferentes elementos envolvidos.

Intervenções

11.00 > 11.15 - Sessão de abertura - Ciência e desperdício - Joana Simões (ULisboa)
11.15 > 11.30 - Projecto Z(H)ERO - Eunice Maia (Maria Granel)
11.30 > 11.45 - CED Pina Manique
11.45 > 12.00 - Colégio de Lamas
12.00 > 12.20 - Debate com o público


Biografias | dia 23


Eunice Maia

Em 2015, Eunice Maia fundou com o marido a Maria Granel, a primeira “low waste store” e mercearia biológica 100% a granel em Portugal. Autora do livro “Desafio Zero – Guia prático de redução de desperdício dentro e fora de casa”, vencedora do prémio nacional Terre de Femmes 2019, da Fundação Yves Rocher, para a preservação da biodiversidade. É ativista pela redução do desperdício e por um consumo mais consciente. Escreveu o prefácio da edição portuguesa do livro “Zero Waste Home”, de Bea Johnson, uma das suas maiores inspirações. Criou o Programa Z(h)ero, projeto educativo ambiental premiado de redução de desperdício em ambiente escolar e empresarial.



Joana Simões

É licenciada em Engenharia do Ambiente pelo Instituto Superior Técnico, mestre em Bioenergia pela FCT e está a tirar o doutoramento em Ciências da Sustentabilidade na Universidade de Lisboa, estando a estudar o desperdício alimentar do consumidor em Portugal. É consultora na área dos recursos hídricos e alterações climáticas na Bluefocus desde 2015 e voluntária da Re-food do Lumiar desde 2016.






24/03 - A sociedade é por nossa CAuSA

@Cafetaria da Biblioteca de Marvila


18.30 > 20.00 Água e (des)igualdade de género

Em muitos pontos do globo, a busca incessante e o reduzido acesso à água vincam fortemente as desigualdades de género. Quais as repercussões para as raparigas e para as comunidades quando a água não é um bem comum? Como pode o activismo no feminino fazer a diferença? Numa conversa intimista descobrimos o projeto Green Period e desvendamos como a influência de impacto é imprescindível para o sucesso do nosso papel enquanto ativistas.

Intervenções

Carolina Salgueiro Pereira (HeForShe Portugal (UN))
Joana Guerra Tadeu (Ambientalista Imperfeita)
Ana Pacheco (Green Period)


Moderação

Bruno Lisboa/João Kraeski (Livre Para)


Biografias | dia 24


Ana Pacheco

Tem 22 anos e é aluna do 4º do Mestrado Integrado em Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e co-fundadora do Green Period, um projecto de educação sobre produtos menstruais reutilizáveis.



Bruno Lisboa Diotallévy

Formado em administração e negócios e pós-graduado em marketing, Bruno Lisboa Diotallévy hoje é Embaixador do Pacto Europeu para o Clima em Portugal a representar o Livre Para, e já trabalhou na área de marketing e estratégia em multinacionais brasileiras, sempre ligado a inovação social, comunicação e eventos. Bruno é apaixonado por filmes, livros, viagens e por descobrir produtos inovadores de comércio justo, sustentáveis e feitos com amor. "Acredito no poder da empatia e da compaixão, e com o Livre Para compartilhamos reflexões, sugestões de consumo consciente e ajudamos outros negócios e projetos a comunicarem os seus posicionamentos estratégicos e serviços/produtos sustentáveis.".



Carolina Salgueiro Pereira

Carolina Salgueiro Pereira é uma ativista na área dos direitos humanos, feminismo e media, tanto no terreno, como fazendo uso das histórias para motivar a mudança e organizar movimentos grassroot. É a fundadora do movimento da ONU Mulheres HeForShe em Portugal, que mobiliza os jovens para promover a igualdade de género e os direitos das mulheres e das comunidades LGBTQI+. É a Co-Diretora da Sathyam Project, na India, uma organização que apoia raparigas e mulheres através da educação, ajudando a quebrar ciclos de pobreza. Carolina é também uma Global Shaper do Fórum Económico Mundial, liderando campanhas LGBTQ+ e estando envolvida numa série de outras iniciativas com instituições como as Nações Unidas, o Parlamento Europeu ou a Right Livelihood Foundation. Sempre a tentar fazer o mundo um pouco melhor.



Joana Guerra Tadeu

É ecofeminista e ativista pela justiça social e climática. Cria conteúdos na área da ecologia e do impacto social e trabalha como mentora e consultora de estratégia e comunicação para projetos com objetivos de impacto social e ambiental positivos desde 2015. Formada em Ciências da Comunicação, tem um variado percurso profissional em jornalismo, inovação e banca. É acompanhada por uma comunidade de milhares de ambientalistas imperfeitos nas redes sociais, dispostos a fazer mais e melhor pelo planeta e pelas pessoas.



João Kraeski

João Kraeski é consultor de imagem, produtor artístico e visual merchandiser de formação, hoje faz questão de unir todas as suas paixões para empreender no meio social good. Levanta com muito orgulho a bandeira LGBTQIA+ e sente-se honrado em poder ser uma voz da comunidade no meio da sustentabilidade. É responsável pela área de produção e arte do Livre Para e deseja continuar o trabalho de unir o autoconhecimento com a sustentabilidade. "O incrível processo de autoconhecimento possibilita-me diariamente ver cada vez mais o papel que desejo desempenhar para contribuir positivamente para a sociedade."



25/03 - A alimentação é uma boa CAuSA

@ Nãm Mushroom Quinta Urbana (Marvila)


18:00 > 19:30 From waste to taste: até os comemos! - Visita e workshop no exterior



Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. Aqui, o que poderia ser um desperdício de café dá lugar a uma matéria prima de qualidade onde crescem cogumelos das mais diversas espécies e variedades. Visite a quinta urbana, conheça o processo de cultivo de deliciosos fungos e aprenda a fazê-lo em sua casa. Nãm Mushroom.


19.30 > 21.00 Cozinhar sem desperdício - Workshop no exterior



Será que aproveitamos ao máximo os alimentos que temos em casa? Como poderemos garantir que nada se desperdiça e tudo é utilizado até à última folha? Aventure-se por novas formas de cozinhar, reinvente pratos deliciosos e aprenda dicas valiosas.
Kitchen dates


21.30 > 22.30 A mudança é para hoje ou é p'ramanhã?



Exibição comentada de "Alimentação" da série documental "É p'ra amanhã - Viagem a um futuro sustentável".


23.00 > 00.00 Festa de encerramento

Regressamos naturalmente às origens ao som de um DJ que nos transporta para uma viagem de ritmos e sensações várias.


Biografias | dia 25


Carolina Gonçalves

Carolina Gonçalves é coordenadora de programas educativos da Nãm, sendo responsável por dinamizar visitas à quinta e por programas escolares. Responsável de Recursos Humanos da Nãm é também fundadora da Associação Claro, dedicada à sensibilização ambiental para proteção do oceano. Advogada inscrita na ordem de advogados portuguesa desde 2018.



Rui Catalão

Co-fundador dos Kitchen Dates, projecto de literacia alimentar que ajuda pessoas e organizações a adoptar práticas mais sustentáveis e reduzir o seu impacto no planeta através da alimentação. Uma das suas mais conhecidas iniciativas é a abertura do primeiro restaurante sem caixote do lixo de Portugal, com recurso exclusivo a ingredientes de origem local e de produção biológica.









O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
turismo logo
icom logo


Newsletter


Subscrever Subscrever

icom logo

icom logo