Comunicado de Imprensa

Tardes de Matemática - Teoria de Jogos

04 de Abril de 2005



Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva


 

Imagine que dois cúmplices de um crime qualquer estão a ser interrogados em salas diferentes. Se cooperarem entre si e disserem que não sabem de nada, ficarão os dois livres. No entanto, diversos factores contribuem para que, com frequência, se acusem mutuamente, de modo que ficam ambos comprometidos.

 

O “Dilema dos Prisioneiros”, elaborado pelo matemático Albert Tucker, é um dos principais paradigmas da “Teoria de Jogos”, uma das áreas da matemática mais frutíferas para as ciências sociais. É esse o tema da próxima Tarde de Matemática, que acontecerá no Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, no Parque das Nações, em Lisboa, no sábado, 9 de Abril, às 15 horas.

 

Com uma linguagem acessível ao público de todas as idades, o economista Miguel Rebodão de Almeida Gouveia, da Universidade Católica Portuguesa, falará sobre a importância da cooperação entre seres humanos, suas falhas e o papel do Estado em suprir tais deficiências. Numa segunda parte, discutirá os modelos de democracia, os problemas gerados pela regra da maioria simples, as alternativas e a incapacidade de todas elas de oferecer um modelo perfeito. Abordará ainda a importância de mecanismos de pacíficos de substituição do poder para superar essas deficiências.

 

A palestra terá duração de uma hora e em seguida o público poderá fazer perguntas. Poderá haver tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa, após marcação. A entrada para o evento, gratuita, oferece a oportunidade de visitar também as exposições do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva.

 

As Tardes de Matemática ocorrem desde de 2001 em Lisboa, com grande sucesso. Elas são uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM), em conjunto com o Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva e a Fundação para o Desenvolvimento Social do Porto, e contam com o apoio do Centro de Matemática e da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e da Fnac.

 

Sobre o palestrante: Miguel Rebordão de Almeida Gouveia é licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa, Mestre em economia pela Universidade Nova de Lisboa e Doutorado em economia pela Universidade de Rochester (EUA). Foi Professor Auxiliar de Economia na Universidade da Pensilvânia e na Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais (FCEE) da Universidade Católica Portuguesa, onde é actualmente Professor Associado. Lecciona disciplinas nas licenciaturas, mestrados e programas de executivos, em particular nas áreas de Estatística, Microeconomia, Economia Pública, Políticas Sociais e Economia da Saúde. É coordenador dos Programas Pós-graduados de Gestão em Saúde da FCEE. Faz investigação na área de Finanças Públicas, Economia Política, Economia e Política da Saúde, Distribuição do Rendimento, Política Social e Economia do Trabalho. É co-autor dos livros “Repensar o Estado Providência: Saúde e Pensões de Reforma” (1997) e “O Impacto do Euro na Economia Portuguesa” (1998). Foi membro da Comissão e Relator do “Livro Branco da Segurança Social” (1998), e co-autor do “Relatório sobre Financiamento do Sistema de Saúde em Portugal” (1995).

 

Para mais informações, é favor contactar: Gabinete de Imprensa da SPM: Renata Ramalho, 21 798 6353 / 933 313 098, spm@spm.pt

 

Organização: Profª. Ana Paula Dias, Univ. do Porto, 914 068 546, apdias@fc.up.pt

 

Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva, Tel. 218 917 100

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Concordo com a politica de privacidade e de tratamento de dados pessoais
Inscreva-se Inscreva-se