Comunicado de Imprensa

Música no Ar

05 de Dezembro de 2003



Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva


 

No dia 9 de Dezembro, terça feira, às 11 horas, há Música no ar no Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva, no Parque das Nações.

A ciência pode ser música para os nossos ouvidos e a música tem muita ciência. "Música no Ar", uma exposição interactiva para explorar a ciência e a tecnologia dos sons.

 

Como se grava um CD? Como se propagam as ondas sonoras? A resposta a esta e outras perguntas pode ser procurada nesta exposição, onde o visitante pode ainda fazer de DJ ou testar as suas capacidades auditivas. São 32 módulos que põem a ciência e a música em palco. Até 13 de Junho 2004.

 

No dia da abertura desta exposição - a 11ª exposição temporária do Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva - teremos a actuação do Quarteto de Guitarras Zyryab.

 

Colaboração: Crescendo

 

Para mais informações: Maria Vlachou Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva Tel. 218 917 100 / 96 745 09 82 www.pavconhecimento.pt

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
turismo logo
icom logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se

icom logo

icom logo


Fechar vídeo

INFORMAÇÃO AOS VISITANTES



Em atenção permanente à evolução da situação, a Rede Nacional de Centros Ciência Viva tem vindo a cumprir todas as medidas e comportamentos aconselhados pelas autoridades de saúde. Neste sentido, e para dar o seu contributo para o esforço de contenção da pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde, nomeadamente para reforço das medidas de distanciamento social recomendadas, informamos os nossos visitantes que o Pavilhão do Conhecimento estará encerrado ao público, preventivamente, entre os dias 13 de Março e 6 de Abril, inclusive.

Até lá, e conscientes da missão da Ciência Viva para a cultura científica na sociedade portuguesa, continuaremos a reunir aqui informação útil e fidedigna sobre o COVID-19, esclarecendo as principais dúvidas da população com o apoio da comunidade científica. Porque a cultura científica protege.
-->