Comunicado de Imprensa

Os Riscos Inerentes à Prática Desportiva - Com João Garcia, primeiro português a escalar o Everest

23 de Fevereiro de 2000



24 de Fevereiro, 18 horas - Pavilhão do Conhecimento, Parque das Nações


 

Os Riscos Inerentes à Prática Desportiva" é o tema do próximo colóquio do ciclo "Ciência Viva no Desporto", que se realiza amanhã, quinta-feira, no Pavilhão do Conhecimento, e conta, como convidado, com João Garcia, o primeiro português a escalar o Everest.

 

Retratar os principais riscos inerentes à prática desportiva, identificar as principais metodologias de prevenção e recuperação de lesões desportivas são algumas das questões a abordar com João Garcia, que transmitirá a sua experiência pessoal.

 

João Garcia, 32 anos, foi o primeiro português a escalar o Everest (89848m), sem uso de Sherpas nem de oxigénio. João Garcia desenvolve actividade profissional como organizador e guia de expedições e excursões de aventura. Está igualmente ligado ao uso industrial das técnicas de escalada (trabalhos verticais) assim como à dinamização da escalada através de estruturas artificiais de escalada (muro de escalada).

 

O Ciclo de colóquios semanais "Ciência Viva no Desporto" iniciou-se em Novembro último, por ocasião da Semana da Ciência e da Tecnologia, numa iniciativa do Programa Ciência Viva, da responsabilidade do MCT.

Com base no testemunho directo dos principais protagonistas da actividade desportiva em Portugal nos últimos anos, o Ciclo de Colóquios "Ciência Viva no Desporto" pretende dar a conhecer as diferentes formas de interacção entre ciência, tecnologia e desporto nos dias de hoje.

Cada colóquio é subordinado a um tema específico e assenta num diálogo informal entre o público e um painel constituído por atletas, técnicos desportivos e investigadores. A presença de um representante da comunidade científica permitirá criar uma interacção pouco habitual entre os atletas, o público e aqueles que, no laboratório, investem na produção de conhecimento que favorece o cumprimento de objectivos desportivos cada vez mais exigentes.

 

Simultaneamente, continua patente, na nave central do Pavilhão do Conhecimento, a exposição interactiva "Ciência e Desporto" concebida pelo Science Museum de Londres.

 

Próximos Colóquios

 

29 de Fevereiro de 2000 A Ciência e o Desporto de Alta Competição

 

Analisar os contributos da investigação científica e do desenvolvimento tecnológico para o rendimento dos atletas de alta competição.

Convidado: Pedro Barbosa

 

16 de Março de 2000 A Alta Tecnologia ao Serviço do Desporto

 

Analisar os efeitos da evolução tecnológica na mudança operada em algumas modalidades desportivas.

Verificar a influência dos equipamentos e dos recursos materiais no desempenho desportivo.

Convidado: Marco Chagas

 

23 de Março de 2000 Os Modernos Instrumentos da Psicologia Desportiva

 

Caracterizar a recente gama de instrumentos utilizados pela Psicologia Desportiva, baseados em tecnologia de ponta, que têm sido determinantes para a definição do perfil psicológico do atleta.

Avaliar a importância da Psicologia Desportiva no acompanhamento dos praticantes desportivos.

Convidado: Fernando Mamede

 

30 de Março de 2000 A Ciência e o Desporto em Portugal no século XX

Debater os contributos da Ciência e do desenvolvimento tecnológico para o desporto português ao longo do século XX.

Convidado: Carlos Lopes

 

MCT, 23 de Fevereiro de 2000

ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se