Comunicado de Imprensa

Alunos da Escola Secundária de Gondomar são astronautas durante dois dias

08 de Outubro de 2021



Cerca de noventa alunos da Escola Secundária de Gondomar, entre os 12 e os 15 anos, estão prestes a viver uma aventura inesquecível: estes “sortudos” foram desafiados a projetar uma autêntica base lunar na sua própria escola e a vestirem o fato de astronautas num ambiente espacial que recria o dia 20 de julho de 1969, data em que o Homem pisou a Lua pela primeira vez.

 

ESERO Portugal e a Escola Secundária de Gondomar são os organizadores desta ação, que recorda o momento histórico da chegada da Apollo 11 à Lua há 52 anos. Depois do sucesso da primeira edição deste evento, que teve lugar no Pavilhão do Conhecimento em 2019, o ESERO Portugal viaja agora ao Norte do país para ajudar os alunos a cumprirem a sua missão e a perceberem a importância da ida à Lua e o futuro da exploração espacial.

A aterragem da comitiva espacial nesta escola terá lugar hoje, 8 de outubro, às 14.00. A partir desta hora, os candidatos a astronautas não terão mãos a medir. Divididos por equipas, irão simular algum do trabalho necessário à criação de uma base lunar. À noite terão ainda a oportunidade de observar o céu com um telescópio, antes de apanharem a boleia de um vaivém espacial para irem dormir a casa e sonhar com as estrelas e a apresentação do seu trabalho ao público amanhã, sábado.

Para chegarmos à Lua foi necessário que centenas de cientistas em muitas áreas distintas trabalhassem em equipa durante vários anos. As atividades propostas pelo ESERO Portugal têm como objetivo simular algum do trabalho levado a cabo para colocar os primeiros astronautas na superfície lunar. Cada equipa irá realizar uma destas seis atividades:

  • Com a ajuda de uma impressora 3D, os alunos vão criar uma maquete da base lunar onde não faltará uma estufa, uma estação de energia, um reservatório de água e abrigos para os astronautas. Os vários módulos ficarão a imprimir durante a noite e estarão prontos quando as equipas acordarem. Outra das tarefas importantes é a comunicação com a Terra, por isso os exploradores terão de construir antenas de emissão e receção de sinais rádio que permitam a troca de mensagens entre a base lunar e a Terra.

  • Ser astronauta exige uma elevada preparação física: o corpo tem de estar treinado para as difíceis condições do Espaço, nomeadamente as grandes acelerações a que estará sujeito na viagem e a diminuição da gravidade. Os candidatos à profissão irão treinar como astronautas e descobrir como estes se alimentam durante as missões espaciais.

  • Parte do trabalho na superfície da Lua tem de ser feito no exterior da nave. EVA é a abreviatura de Extra-Vehicular Activity e representa todas essas atividades. Um dos grupos de trabalho irá simular uma EVA que os “obrigará” a resgatar um rover que precisa de ser reparado, a recolher amostras de solo lunar para proceder a uma análise mineralógica e até mesmo a salvar um colega astronauta em apuros!

Às 23.00 de hoje o acampamento lunar entrará em período de repouso. Na manhã de amanhã, sábado, os pequenos exploradores espaciais apresentarão publicamente os trabalhos que desenvolveram em “solo lunar”. E quem quiser assistir terá de pedir autorização para entrar, via rádio, na Ground Station e esperar sinal verde dos jovens astronautas. No final, ninguém vai querer voltar à Terra: é que neste acampamento todos vão estar com a cabeça… na Lua.

O Acampamento Lunar é organizado pelo ESERO Portugal e pela Escola Secundária de Gondomar, com o apoio do Centro de Psicologia da Universidade do Porto, da Rede dos Emissores Portugueses (REP), da Associação Nacional de Radioamadores e da BEEVERYCREATIVE.

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
turismo logo
icom logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se

icom logo

icom logo