Comunicado de Imprensa

Ciência Viva no Verão em Rede: o que contam os satélites que _olham_ o estuário do Tejo?

18 de Agosto de 2021



21 de agosto, sábado · 15.00 · Duração da atividade: 2 horas
Terreiro do Paço (cais de embarque: estação sul e sueste)


Porque é que a riqueza biológica e geológica do estuário do Tejo é tão importante para o estudo e monitorização do seu estado ecológico? Quais as principais conclusões dos dados recolhidos? A importância ambiental deste local poderá resultar num impacto positivo em termos económicos, turísticos e de desenvolvimento das áreas envolventes?

Nesta viagem, a bordo do Lisboat, os participantes ficarão a conhecer o trabalho dos cientistas que estudam o estuário do Tejo através das imagens de satélite. Mais uma atividade imperdível da Ciência Viva no Verão!

Convidamos os meios de comunicação social a acompanharem a ação “O estuário visto pelos satélites" que terá lugar no dia 21 de agosto, às 15.00, com partida no Terreiro do Paço (cais de embarque: estação sul e sueste).

O passeio de barco, a bordo do Lisboat, será pautado pelos comentários dos investigadores Vanda Brotas e Steve Groom, da Universidade de Lisboa e do MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, que estudam o estado ecológico do rio que banha Lisboa. Os participantes desta ação ficarão a conhecer a importância da observação da cor do oceano pelos satélites e a sua utilização para efeitos de monitorização.

A equipa do projeto CERTO - que investiga o desenvolvimento de produtos de imagens de satélite para monitorizar e caracterizar águas estuarinas - instalou um radiómetro no Lisboat que mede as propriedades óticas da água do Tejo em todas as viagens.

Os dados recolhidos são enviados para os investigadores, que os trabalham em conjunto para estabelecerem uma relação fiável entre os dados de satélite e os dados medidos no próprio local.

A ação é promovida pela Ciência Viva, em parceria com o Lisboat que colabora com o projeto CERTO. "O estuário visto pelos satélites" insere-se na investigação que decorre no MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente sobre a observação do oceano por satélites, estando também ligada ao projeto iFADO.

 

SOBRE A CIÊNCIA VIVA NO VERÃO

É o programa de divulgação científica mais aguardado do ano: a edição deste ano da Ciência Viva no Verão em Rede conta com mais de 300 ações e saídas de campo para todas as idades e em todo o país, sempre na companhia de especialistas.

É organizada desde 1996 pela Ciência Viva em colaboração com instituições científicas, Centros Ciência Viva, associações, autarquias e empresas. Decorre todos os anos entre 15 de julho e 15 de setembro.

 


Link

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
turismo logo
icom logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se

icom logo

icom logo