Comunicado de Imprensa

Qual a factura a pagar pela falta de cultura científica? Pavilhão do Conhecimento dedica três debates ao tema em Maio

03 de Maio de 2019



A falta de cultura científica pode ter custos: de saúde e qualidade de vida mas também económicos. O assunto estará em foco durante este mês no Pavilhão do Conhecimento, no ciclo de debates “A Falta de Cultura Científica Paga Imposto”, que terão lugar nos dias 9, 23 e 30 de Maio, entre as 19.00 e as 22.00.

Cada sessão contará com um painel de oradores convidados que irão procurar clarificar a confusão que circula acerca de um tema de interesse geral. Na segunda parte, um interveniente discutirá os custos da falta de cultura científica, associados ao tema da palestra.

O primeiro debate, no dia 9, será dedicado à Alimentação. Sem glutén, sem lactose, sem juízo, sem nada! Suplementos alimentares, alimentos sem glúten para não celíacos, testes de intolerância alimentar, dietas da moda e nutricionistas alternativos. Tudo isto será esmiuçado por Vítor Hugo Teixeira, da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Mariana Couto, alergologista, e Ana Luísa Ferreira, do Grupo de Interesse de Alergia Alimentar da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica.

No dia 23 os Cosméticos prometem outro debate aceso. Com Q10, Pro-retinol ou ácido hialurónico. Especiais só no preço ou fazem mesmo a diferença? Como se prova a eficácia de um creme anti-rugas? Alguém verifica as alegações de eficácia? Que efeitos secundários podem ter? Perguntas a serem feitas a Patrícia Pinto, química responsável pela criação de cosméticos para a marca própria de uma grande empresa, Helena M. Ribeiro, da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, e Diana Barbosa, Presidente da Comunidade Céptica Portuguesa.

Remédios homeopáticos, complexos de vitaminas e outras coisas que desconfiamos que talvez nos façam bem.A credibilidade acrescida de que goza um produto à venda em farmácias é justificada? Que critérios têm as farmácias para a sua oferta sem receita médica? Dúvidas e inquietações que servirão para lançar o tema do debate “À Venda nas Farmácias”, que acontece no dia 30. Os convidados são Armando Brito de Sá, médico de clínica geral e familiar, Bruno Santos, da DECO – Associação para a Defesa dos Consumidores, e Alexandrina Ferreira Mendes, do Centro de Neurociências da Universidade de Coimbra.

Programa completo em pavconhecimento.pt

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se