Pavilhão do Conhecimento viaja até 2030 na Noite Europeia dos Investigadores 2016

Pavilhão do Conhecimento viaja até 2030 na Noite Europeia dos Investigadores 2016


Como vai ser a vida em 2030? Da exploração do nosso cérebro às viagens espaciais, da saúde à alimentação, da energia às alterações climáticas, como irá a ciência mudar o nosso dia-a-dia? 

Na Noite Europeia dos Investigadores, 30 de Setembro, sexta-feira, entre as 18.30 e as 02.00, vamos espreitar o futuro com os nossos cientistas no Pavilhão do Conhecimento. Estará presente o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. 

No mesmo dia e à mesma hora, dezenas de instituições científicas, museus e Centros Ciência Viva em 30 pontos do país promovem uma noite de convívio informal entre cientistas e público de todas as idades. Mostrar aos cidadãos quem são os nossos investigadores, o que os motiva e a importância do que fazem para a sociedade, e conhecer a ciência que se faz em Portugal são os objectivos desta iniciativa celebrada à escala europeia em mais de 300 cidades. 

No Pavilhão do Conhecimento, a Lisbon Film Orchestra vai ser a banda-sonora perfeita desta noite e abre a programação no espaço exterior, às 18.30. A noite segue com performances artísticas, workshops, sprintalks, experiências e demonstrações, debates e jogos, sem nunca desviar o olhar da tela e de filmes que marcaram várias gerações como WALL-E, Jurassic Park, Frankenstein, A.I. - Inteligência Artificial, Perdido em Marte, Regresso ao Futuro e Vinte Mil Léguas Submarinas 

Alexandre Quintanilha (Presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência e do Conselho de Laboratórios Associados) e Carmo Fonseca (Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa) irão debater as promessas e desafios das terapias genéticas; Ângelo Cid é o coreógrafo de um bailado contemporâneo inspirado no trabalho de investigação dos neurocientistas da Fundação Champalimaud; Patrícia Borges (Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche) irá preparar um menu marinho sustentável; Teresa Summavielle (IBMC), Telmo Clamote e Noémia Lopes (ISCTE/Egas Moniz) vão animar um debate sobre melhoramento cognitivo. 

Astrónomos portugueses do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço vão guiar-nos numa viagem pelos céus partilhando histórias com milhões de anos enquanto, no exterior, poderemos acompanhar o abraço final da sonda Rosetta ao seu cometa através da transmissão da Agência Espacial Europeia. 

Vamos pilotar robôs subaquáticos, treinar como os astronautas, experimentar drones controlados pelos músculos, produzir e-têxteis com materiais condutores flexíveis, conhecer as plantas que farão parte da nossa alimentação, dar novo uso a resíduos alimentares como o soro do queijo, a levedura de cerveja e as escamas de peixe, explorar o potencial biotecnológico das microalgas, descobrir como das bactérias se extraem componentes para medicamentos, cosméticos e até combustíveis. E porque a vida dos cientistas não é só laboratório, estes vão dar-nos música no espaço "Bandas de garagem". 

A entrada na Noite Europeia dos Investigadores é gratuita, a experiência inesquecível.  

Programa completo em www.pavconhecimento.pt 

 

Programação nacional em noitedosinvestigadores.pt




Partilhe




ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se