c_Vib

De 5 de Fevereiro a 3 de Abril, o Pavilhão do Conhecimento-Ciência Viva acolhe c-Vib (Cymatics_Vibrating Interactive Boards), uma escultura sonora e musical do artista Simão Costa que explora as propriedades físicas do som, enquanto fenómeno vibratório.

Simão Costa (1978) é músico, compositor e pianista e foi um dos participantes da 1.ª edição do programa Rede de Residências | Experimentação Arte, Ciência e Tecnologia promovido pela Direcção Geral das Artes e a Ciência Viva.

O director artístico de c-Vib descreve desta forma o seu projecto:

Viagem de ida e volta-e-meia entre material e imaterial. Ao invés de julgar o som como realidade imaterial, olhar e perscrutar como se de matéria tangível se tratasse.

C-Vib revela plataformas visíveis de fenómenos vibratórios na construção de um processo amplificado de escuta. Escutar, dar atenção, com sentidos vários em que tacto e visão integram uma experiência de um contacto alargado com o som.

Um convite à contemplação activa, em que o público é convidado a ver, ouvir e tocar; em sucessivas inter-relações perceptivas que conduzem a uma imersão multisensorial em SOM. Convite ao som ConTacto e ao TactoCon Som.

Com a Mão? Sim, mão!

A instalação c-Vib está patente no átrio do Pavilhão do Conhecimento. O acesso é gratuito.

Consulte os próximos eventos

Ficha Artística
Direcção Artística | Simão Costa • Co-criação | Simão Costa, Andre Bartetzki, Ágata Mandillo • Criação musical | Simão Costa •• Consultoria | Cláudia Castro, Miguelangelo Veiga, Perseu Mandillo •• Coordenação científica | Mónica Lobo •• Produção | Ágata Mandillo - MSM, associação cultural •• Programação informática, desenho de interface e interactividade | MSM Studio •• Visualização 3D | Perseu Mandillo - VFX Portugal •• Assistência de construção | Rui do Ó ••Vídeo de autor | Pedro Andrade •• Comunicação | Oficina da Comunicação •• Apoio | Centro de Experimentação Artística do CPAI da Fábrica da Pólvora •• Financiamento| Dgartes/ Ministério da Cultura • Parceria | Pavilhão do Conhecimento/ Ciência Viva •• Agradecimentos | Afonso Gil, Filipa Tempera, Rosinda Costa, Tiago Brandão, Maria Moura, Sílvia Lima, Júlia Costa, Vânia Faria, Ébano e Marfim, Miso Music Portugal, Ivo Texano, Joaquim Costa, Diana Mira, Ana Teresa Real

Biografias

Simão Costa é músico, pianista e compositor. Trabalha desde 2003 como pianista e compositor, explorando as  relações entre a música e as tecnologias digitais assim como as relações entre estas e outras áreas disciplinares. Concebe e desenha o seu próprio software de criação musical com Max/ Msp/ Jitter. Recebeu várias encomendas de criação e participa regularmente em programas de residências artísticas como o VICC na Suécia; o Sítio das Artes na Gulbenkian; o Programa rede de residências Arte, Ciência e Tecnologia, entre outros. O seu trabalho foi premiado em Bourges, pelo IMEB na categoria de música para dança com a música para "Subterrâneos do Corpo" de Ana Martins. Desenvolve em continuidade desde 2006 o projecto ¬_ano solos, música para piano e electrónica em tempo-real. Actualmente vive e trabalha em Lisboa como músico e compositor independente.

Fotografia de Vera Marmelo

 
 
 

Joana Sá é Pianista, improvisadora e compositora, desenvolve o seu trabalho nas áreas da Música Nova e música contemporânea. Tem o curso superior de piano, tendo estudado em Lisboa, Paris, Castelo Branco e Colónia e recebido recentemente a bolsa INOV-ART e a menção honrosa da Bolsa Ernesto de Sousa. Tem-se apresentado em concerto no âmbito de diversos festivais nacionais e internacionais entre outros: Festival Música Viva (PT), Forum Neue Musik (DE), Ring Ring Festival (SER), Festival Jazz Cerkno (SL) e em salas como CCB, Casa da Música, Culturgest, Kunst Station Sankt Peter (DE), Studium MusikFabrik (DE). É membro do grupo POWERTRIO (com Luís José Martins e Eduardo Raon), Máquina Lírica (com Marco Franco) e colabora com a artista plástica Rita Sá, destacando-se desta colaboração instalações apresentadas na ‘Gallery of Visual Arts’, ‘255 Canal’ (Nova Iorque), ‘Siggraph Asia’ (Yokohama). Actualmente desenvolve também, em parceria com o artista plástico Pedro Diniz Reis o projecto ‘6489 AA para piano preparado’ (Culturgest). Gravou para as rádios Deutschland Funk e Antena 2 e editou trabalhos pela Creative Sources, Centa. O seu primeiro trabalho a solo ‘through this looking glass’ filmado pelo realizador Daniel Neves será editado em dvd+cd pela alemã ‘blinker, Marke für Rezentes’ em Março de 2011.

Fotografia de Vera Marmelo 

 

Rui Dilão Rui Dilão é Professor de Física Matemática e Sistemas Dinâmicos no Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa. Realiza investigação na área dos sistemas não-lineares da qual resultaram mais de 50 publicações de investigação sobre sistemas dinâmicos, modelação ecológica e económica, biomatemática, biofísica e formação de padrões em sistemas de reação-difusão. É autor de vários livros de investigação e ensino.

 









O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Concordo com a politica de privacidade e de tratamento de dados pessoais
Inscreva-se Inscreva-se