20º Aniversário do Pavilhão do Conhecimento

Mais de 6000 pessoas
celebraram connosco este dia especial.
Obrigada por fazer parte da nossa história!

Por um dia os nossos visitantes foram artistas circenses desafiando a Física com números de malabarismo, caminharam numa corda elástica tal como um trapezista, criaram bolas de sabão gigantes e surpreenderam-se com momentos de ilusionismo.

Assistiram a um espectáculo que misturou fogo, acrobacias aéreas e malabarismo, deixaram as suas ideias para os próximos 20 anos e claro… sopraram as velas do nosso 20.º aniversário.

Também não faltaram os jogos de tiro às latas, as pipocas, as maçãs caramelizadas, uma quermesse de ciência e tecnologia e muita ciência fresquinha.

Neste dia lançámos um livro que regista os momentos mais marcantes dos primeiros 20 anos de vida do Pavilhão do Conhecimento e distinguimos os elementos da nossa equipa que trabalham no maior centro de ciência e tecnologia do país desde o primeiro dia!

Como já é tradição, em dia de aniversário oferecemos a entrada a todos os visitantes.





Concurso de ideias


Na rua, em casa, na escola ou no museu, pensar requer tempo.
Ao fazer 20 anos, abrimos um concurso de ideias para um espaço expositivo especialmente dedicado ao pensamento.
Candidaturas abertas até 31 de Outubro 2019


Saiba mais




Galeria







As ideias dos nossos visitantes


No dia do nosso 20º aniversário desafiámos os nossos visitantes a deixarem ideias para os próximos 20 anos do Pavilhão.
Estas são apenas algumas das muitas boas ideias que nos deixaram. Agradecemos a todos pelo contributo!







20 curiosidades sobre o Pavilhão do Conhecimento




UMA MÉDIA DE 750 VISITANTES ENTRA TODOS OS DIAS NO PAVILHÃO DO CONHECIMENTO.






O EDIFÍCIO DO PAVILHÃO OCUPA 4000 m2. FOI PROJECTADO PELO ARQUITECTO CARRILHO DA GRAÇA E JÁ GANHOU O PRÉMIO VALMOR.






NO DIA 4 DE JUNHO DE 2003 ENTROU NO PAVILHÃO O VISITANTE 1 MILHÃO.






GENE CERNAN, O ÚLTIMO HOMEM A PISAR A LUA, TAMBÉM PISOU O CHÃO DO PAVILHÃO, EM 2001. SEGUIRAM-LHE OS PASSOS BILL GATES E BILL CLINTON.






O PAVILHÃO DO CONHECIMENTO FOI A PRIMEIRA INSTITUIÇÃO A TER CRIANÇAS A DORMIR NO SEU ESPAÇO. A ACTIVIDADE NOITE NO MUSEU TEVE INÍCIO EM 2002 E JÁ CONHECEU VÁRIAS EDIÇÕES.






A EXPOSIÇÃO COM MAIS VISITANTES CHAMAVA-SE KNOJO! A CIÊNCIA INDISCRETA DO CORPO HUMANO E ESTEVE PATENTE NO PAVILHÃO EM 2007.






UM DOS MÓDULOS MAIS PROCURADOS DO PAVILHÃO É A BICICLETA VOADORA, QUE PERMITE PEDALAR SOBRE UM FIO DE AÇO SUSPENSO A SEIS METROS DO CHÃO. OUTRO É UMA CADEIRA QUE ENCOLHE OS VISITANTES. NO ESPAÇO EXTERIOR DO PAVILHÃO VIRÁMOS “O MUNDO AO CONTRÁRIO”.






CRISTIANO RONALDO VISITOU O PAVILHÃO EM 2006 E ASSINOU UMA BOLA DE FUTEBOL QUE ESTÁ EM EXPOSIÇÃO NO MUSEU.






O PAVILHÃO TEM UMA ESCOLA A FUNCIONAR DENTRO DO SEU EDIFÍCIO: INAUGURADA EM 2010, A ESCOLA CIÊNCIA VIVA RECEBE TODAS AS SEMANAS DUAS TURMAS DO 1.º CICLO DE AGRUPAMENTOS DA CIDADE DE LISBOA. É UM PROJECTO PIONEIRO NA EUROPA.






O MÚSICO MÁRIO LAGINHA, O DESIGNER HENRIQUE CAYATTE, A PALHAÇA TÉTÉ E O COREÓGRAFO RUI HORTA JÁ FORAM “DIRECTORES POR UM DIA” DO PAVILHÃO.






EM 2011 FOI CRIADO O CLUBE DE MINITORES DO PAVILHÃO, FORMADO POR CRIANÇAS ENTRE OS 8 E OS 12 ANOS, QUE AOS SÁBADOS VESTIAM O COLETE DE MONITORES E AJUDAVAM A RECEBER OS VISITANTES.






O PAVILHÃO JÁ ESTEVE DE PORTAS ABERTAS 24 HORAS NON STOP: FOI NO DIA MAIS LONGO DO ANO DE 2013, A 21 DE JUNHO.






NO PAVILHÃO JÁ FORAM SERVIDOS VÁRIOS JANTARES. O MAIS “DIFERENTE” CONTINHA NO MENU GAFANHOTOS COM CHOCOLATE E ACONTECEU NO ÂMBITO DA EXPOSIÇÃO “BOM APETITE! A CIÊNCIA ESTÁ NA MESA”.






EM 2015, CHEGAVA AO PAVILHÃO AQUELA QUE HOJE EM DIA É A SUA ANFITRIÃ: A SIMPÁTICA ROBÔ VIVA.






AOS DOMINGOS DE MANHÃ, OS MAIS CRESCIDOS PODEM ENTRAR NA CASA INACABADA PARA MATAR SAUDADES DA SUA “ALEGRE CASINHA”.






UMA DAS PRINCIPAIS ATRACÇÕES DO PAVILHÃO É O PÊNDULO DE FOUCAULT, SUSPENSO A 35 METROS DE ALTURA E COM UMA ESFERA QUE PESA 250 KG.






O LARGO NO QUAL SE SITUA O PAVILHÃO RECEBEU, EM 2016, O NOME DE JOSÉ MARIANO GAGO, EM HOMENAGEM AO FUNDADOR DA CIÊNCIA VIVA. ALI CRESCE UM PLÁTANO ORIENTAL, ÁRVORE QUE SIMBOLIZA O CONHECIMENTO.






A 23 DE JANEIRO DE 2017, O PAVILHÃO ESTEVE LIGADO EM DIRECTO À ESTAÇÃO ESPACIAL INTERNACIONAL PARA FALAR COM O ASTRONAUTA FRANCÊS THOMAS PESQUET.






NO PRIMEIRO DOMINGO DE CADA MÊS, OS CÃES PODEM VISITAR O PAVILHÃO NA COMPANHIA DOS SEUS DONOS.






TRABALHAM NO PAVILHÃO DO CONHECIMENTO CERCA DE 150 PESSOAS. CATORZE DELAS DESDE O PRIMEIRO DIA DE VIDA DO MUSEU.







O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se