Comunicado de Imprensa

Este sábado, crime é mesmo ficar em casa

14 de Setembro de 2011



Vem aí mais um fim-de-semana e no Pavilhão do Conhecimento continuamos a mergulhar no fantástico mundo da criminologia.


O que leva alguém a cometer um crime? Qual o papel de um psicólogo criminal na investigação e de que forma o seu trabalho pode ajudar a resolver um caso?

No próximo sábado, 17 de Setembro, às 16h30, entre na mente de um criminoso e junte-se à conversa com Cristina Soeiro, psicóloga criminal da Polícia Judiciária e Ana Cristina Neves, professora no Mestrado em Psicologia Forense e Criminal do Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz.



Apure os seis sentidos (a intuição também vai ser fundamental) e faça um reconhecimento de faces. Será que perante um crime conseguiria identificar o culpado através deste teste?
Esta actividade terá lugar entre as 16h00 e as 18h00 e é gratuita.



Depois de fazer o seu treino de investigador, calce as luvas de látex e entre na cena de Crime no Museu. Nesta exposição interactiva do Pavilhão do Conhecimento terá que analisar as provas recolhidas no local do homicídio e descobrir quem matou o director do Museu de Ciências Naturais da Bélgica. Uma coisa podemos desde já adiantar: a culpa nem sempre é do mordomo.



Aproveite as últimas semanas da exposição Crime no Museu, que encerra a 2 de Outubro, porque o crime está quase, quase a ser revelado. Boa investigação!



Mais informações em www.pavconhecimento.pt



Unidade de Comunicação e Imagem

Catarina Figueira: 96 156 09 26

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Inscreva-se Inscreva-se