Ergonomia de Sal„o


Foi fácil decidir quantos pontos dar a cada cadeira? Todos nós temos a nossa própria ideia de conforto, mas se já é difícil descrevê-la, pontuá-la de 0 a 10 é pior ainda.

Ao avaliarem ou desenvolverem novas cadeiras, os ergonomistas utilizam testes bastante melhores do que o do nosso contador de conforto. É frequente pedirem a pessoas que comparem duas cadeiras para dizerem qual delas lhes é mais confortável. Este método de avaliação tem o nome de “comparações emparelhadas”

Subjectividade

Tudo aquilo que, como o conforto, varia de pessoa para pessoa tem o nome de “variável subjectiva”. Para saber o que as pessoas pensam dos produtos, os ergonomistas têm de tratar várias medidas deste tipo.

Regra geral, as pessoas têm mais facilidade em comparar duas cadeiras diferentes do que em avaliar uma isoladamente.

Origem da fotografia: NMPFT/Kodak/Science & Society Picture Library