Exploração de Exposições

Ciência sem excepção! 

 
Em Portugal existe aproximadamente um milhão de pessoas com necessidades específicas, 2,5 milhões de seniores, 550 mil crianças com menos de cinco anos de idade e outros milhares com limitações temporárias ou definitivas. Na União Europeia estima-se que pelo menos 80 milhões de pessoas tenham algum tipo de deficiência, sendo que se prevê que este número aumente para 120 milhões até 2020. 
 
A falta de acessibilidade das áreas expositivas e recursos educativos não se prende, apenas, com a existência de barreiras arquitectónicas e/ou urbanísticas em Museus, Centros de Ciência e escolas. A inexistência de módulos interactivos e outros recursos educativos adaptados a visitantes com necessidades específicas continua a impedir a acessibilidade deste segmento de público aos conteúdos das exposições e restantes actividades de divulgação científica. O público com necessidades (educativas) especiais é variado, com diferentes graus de funcionalidades e características próprias (auditivas, visuais, motoras, mentais, entre outras), implicando a adaptação e flexibilidade dos conteúdos expositivos e educativos. 
 
Neste sentido, e com a crescente procura de equipamentos culturais na cidade de Lisboa por parte do público com necessidades específicas, o Pavilhão do Conhecimento – Centro Ciência Viva oferece um conjunto de módulos interactivos de cariz científico, acessíveis e inclusivas, que promovem a inclusão social e a literacia científica, e que estimulam interacções sociais entre públicos com e sem necessidades específicas.  As visitas são acompanhadas e personalizadas.
 
Consulte aqui a informação sobre os módulos mais acessíveis.

O Pavilhão do Conhecimento é membro de:

rede logo
ecsite logo
eusea logo
astc logo
icom logo
turismo logo


Newsletter


Concordo com a politica de privacidade e de tratamento de dados pessoais
Inscreva-se Inscreva-se