facebook facebook facebook

O Pavilhão do Conhecimento é um dos locais preferidos dos turistas de todo o mundo.

Trip Advisor

Conheça o programa Ciência Viva.

Logo Ciência Viva

Já visitou os Centros Ciência Viva?
Descubra onde estão.

Logo Ciência Viva

Descubra este projecto inovador.

Escola Ciência Viva

Titanic, 100 anos depois

09-04-2012

 

A 14 de Abril faz cem anos que o inafundável Titanic naufragou nas águas do Atlântico Norte durante a sua viagem inaugural.


Por que razão o comandante ignorou os alertas de icebergue? O que terá levado a tripulação a lançar à água os botes salva-vidas quase vazios? E por que foram ignorados os códigos luminosos de socorro enviados pelo navio? 


No próximo sábado, o Pavilhão do Conhecimento relembra a história do navio mais famoso do mundo com actividades para toda a família, das 11.00 às 18.00.


A história do icebergue que afundou o Titanic começou há cerca de três mil anos, com a formação de um glaciar na Gronelândia. De seringa e gelo na mão, descubra como se forma um glaciar e porque são tão perigosos os icebergues.


Em 1910 a imprensa apelidou o Titanic de “inafundável”. Mas como consegue um navio de 66 mil toneladas de aço flutuar? Construa em família um barco com materiais reciclados e veja se flutua.


O sistema de comunicação do Titanic era topo de gama. Através de telégrafos podia comunicar com outros navios num raio de 800 km. Venha construir um telégrafo e envie mensagens em código Morse.


Como seria navegar à noite em alto mar em 1912? Assuma os comandos dos simuladores da Marinha Portuguesa e experimente navegar no escuro desviando-se de obstáculos.
E porque os acidentes com navios são ainda infelizmente uma realidade, entre no nosso laboratório, simule um acidente com um petroleiro e descubra como se combate uma maré negra.


Hoje, a quatro mil metros de profundidade, o Titanic mantém-se uma verdadeira lenda que fascina multidões. Mas sabia que há navios que são afundados de propósito? Descubra a ciência por trás do mergulho e conheça a equipa que pretende afundar quatro navios da Armada Portuguesa ao largo de Portimão.


O que causou o naufrágio do Titanic? Qual a sensação de descobrir um barco afundado? Entre as 16.30 e as 17.30, junte-se à conversa com os nossos convidados e conheça ainda a ciência da navegação desde o tempo das caravelas aos nossos dias.

A participação nestas actividades é gratuita e não requer inscrição. As Tardes Oceânicas regressam ao Pavilhão do Conhecimento no dia 19 de Maio.


PROGRAMA


Mais informações:
Unidade de Comunicação e Imagem
Catarina Figueira: 96 156 09 26