PAVILHÃO DO CONHECIMENTO
CIÊNCIA VIVA
REDE CENTROS CIÊNCIA VIVA
facebookfacebookfacebookyoutubevimeo

O Pavilhão do Conhecimento é um dos locais preferidos dos turistas de todo o mundo.

Trip Advisor

Conheça o programa Ciência Viva.

Logo Ciência Viva

Já visitou os Centros Ciência Viva?
Descubra onde estão.

Logo Ciência Viva

Descubra este projecto inovador.

Escola Ciência Viva

Curso de Formação-Compreender a TERRA através do ESPAÇO - Edição de Verão

Pretende-se com esta formação dotar os professores do 1º e 2º ciclos do Ensino Básico, de uma base sólida de conceitos e conhecimentos fundamentais sobre ciência, relativas às matérias curriculares dos programas escolares, associados ao Espaço.  A formação tem uma duração total de 25 horas distribuídas por 4 dias e encontra-se acreditada, na modalidade de curso de formação, com 1 unidade de crédito, na componente específica de formação (CCPFC/ACC-81470/15).

Consulte mais informação sobre a formação aqui.


Inscreva-se aqui.

 

 

Boas Práticas em Ciência e Tecnologia (STEM)

8 de Maio de 2015 

Acção de curta duração. Exemplos de boas práticas em STEM.

As sessões incluem:
- Apresentação de projetos inovadores realizados em escolas portuguesas e inglesas;
- Divulgação de recursos educativos desenvolvidos em projetos europeus (abordagem IBSE);
- Apresentação de um programa de cariz multidisciplinar aplicado no curriculum do ensino secundário, em escolas holandesas;
- Discussão do papel das parcerias entre escolas, indústrias e centros de investigação para a promoção da ciência e tecnologia e estímulo para carreiras científicas;
- Debate alargado sobre boas práticas em STEM.

N.º máximo de inscrições: 25

Duração: 6 horas (10h00 - 12h15; 13h15 - 17h00)

Acção para professores dos grupos de docência 500, 510 e 520.

A ação insere-se num Encontro do projeto europeu MARCH (Making Science Real in Schools).

A língua de comunicação é o inglês.

Programa 

 

 

Projecto Pelucia Diversus

Na biblioteca, no supermercado ou mesmo no armário lá de casa, é a organização que estabelecemos no mundo que nos rodeia que nos permite encontrar os objectos com maior facilidade. Na verdade, todos nós somos de alguma forma taxonomistas. Mas compreender e explicar a biodiversidade, a taxonomia ou a filogenia, nem sempre é fácil. É por isso fundamental estabelecer estratégias facilitadoras do processo de ensino-aprendizagem na área da ecologia e biodiversidade, com particular foco na comparação, classificação e sistemática dos seres vivos.

 

Acção de curta duração 1: 
Pelucia Diversus - Descrever e classificar a biodiversidade (códigos de grupo de docência: 100, 110 e 230)
Dia 2 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações.

 

Acção de curta duração 2: 
Evolução e taxonomia - Como organizar a biodiversidade? (código de grupo de docência 520)
Dia 2 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações.

 

Acção de curta duração 3: 
Peluxologia e sistemática - Ensinar biologia através de uma analogia? (código de grupo de docência 520)
Dia 9 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações.

 

 

Acção de curta duração - Mexer no cérebro: Melhoramento cognitivo?

Novos desenvolvimentos para tratar a saúde mental – psicofármacos, implantes neuronais, interfaces cérebro-máquina, usados para défice de atenção, depressão, Parkinson e Alzheimer, etc. – são, ou poderão ser usados para intervir em cérebros “normais” e melhorar as capacidades cognitivas.
Estes desenvolvimentos, no entanto, levantam questões que merecem um debate alargado. O melhoramento cognitivo é mesmo real? Como se distingue tratamento de melhoramento? A quem se poderá aplicar, e quem poderá decidir a sua aplicação? Poderá o melhoramento cognitivo exacerbar desigualdades sociais? Serão necessárias normas específicas para regular a sua utilização, nomeadamente em meio escolar? Deverá a investigação biomédica para fins não-terapêuticos ser apoiada com fundos públicos? E a distribuição dos seus resultados, deverá ser assegurada pelo Estado?

Dia 21 de Março | 6 horas (das 10h00 às 18h00)


Mais informações.

 

 

Saúde Mental nas Escolas

As perturbações mentais surgem muitas vezes durante a infância ou adolescência, dependendo particularmente dos adultos a prevenção, reconhecimento, apoio, e encaminhamento adequado aos profissionais de saúde. Os educadores e professores têm por isso um papel preponderante na promoção da saúde, e intervenção precoce. Estas 4 acções de curta duração pretendem promover a literacia científica na área da saúde mental, e dotar os agentes educativos de competências que lhes permitam reconhecer comportamentos de risco de perturbação mental, intervir ou encaminhar.  A formação tem o apoio da Ordem dos Psicólogos e do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.

Acção de curta duração 1:
Os agentes educativos no bem-estar mental das crianças e adolescentes (Pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico)
Dia 7 de Março | 6 horas (das 11h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.


Acção de curta duração 2:
Perturbações mentais comuns na infância e adolescência (Pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico)
Dia 28 de Março | 4 horas (das 14h30 às 18h30) |12€

Mais informações.

Acção de curta duração 3:
Os agentes educativos no bem-estar mental das crianças e adolescentes (2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário)
Dia 14 de Março | 6 horas (das 11h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.

Acção de curta duração 4:
Perturbações mentais comuns na infância e adolescência (2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário)
Dia 28 de Março | 4 horas (das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.



Curso de Formação - Compreender a TERRA através do ESPAÇO

Pretende-se com esta formação dotar os professores do Pré-Escolar e do Ensino Básico, de uma base sólida de conceitos e conhecimentos fundamentais sobre ciência, relativas às matérias curriculares dos programas escolares, associados ao Espaço.  A formação tem uma duração total de 25 horas e encontra-se acreditada, na modalidade de curso de formação, com 1 unidade de crédito, na componente específica de formação (CCPFC/ACC-81470/15).

Consulte mais informação sobre a formação aqui.



1ª Conferência para professores “EspAciais” - A exploração espacial e a vida na Terra

A conferência pretende fornecer aos professores, dos Ensinos Básico e Secundário, ferramentas, técnicas e princípios científicos que lhes permita desenvolver actividades sobre temas actuais relacionados com o Espaço. A formação tem uma duração total de 13 horas e  encontra-se acreditada, na modalidade de curso de formação, com 0,5 unidades de crédito, na componente geral de formação (CCPFC/ACC-79311/14).

Consulte mais informação sobre a formação aqui.


 

Regulamento Interno do Centro de Formação Ciência Viva

Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores

Mais informações sobre o Centro de Formação Ciência Viva aqui.

 

 

  • Cursos de Formação
formação Fibonacci

Curso Fibonacci

Electromagnetismo

Formação sobre electromagnetismo