PAVILHÃO DO CONHECIMENTO
CIÊNCIA VIVA
REDE CENTROS CIÊNCIA VIVA
facebookfacebookfacebookyoutubevimeo

O Pavilhão do Conhecimento é um dos locais preferidos dos turistas de todo o mundo.

Trip Advisor

Conheça o programa Ciência Viva.

Logo Ciência Viva

Já visitou os Centros Ciência Viva?
Descubra onde estão.

Logo Ciência Viva

Descubra este projecto inovador.

Escola Ciência Viva

Projecto Pelucia Diversus

Na biblioteca, no supermercado ou mesmo no armário lá de casa, é a organização que estabelecemos no mundo que nos rodeia que nos permite encontrar os objectos com maior facilidade. Na verdade, todos nós somos de alguma forma taxonomistas. Mas compreender e explicar a biodiversidade, a taxonomia ou a filogenia, nem sempre é fácil. É por isso fundamental estabelecer estratégias facilitadoras do processo de ensino-aprendizagem na área da ecologia e biodiversidade, com particular foco na comparação, classificação e sistemática dos seres vivos.

 

Acção de curta duração 1: 
Pelucia Diversus - Descrever e classificar a biodiversidade (códigos de grupo de docência: 100, 110 e 230)
Dia 2 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações. Inscreva-se aqui.

 

Acção de curta duração 2: 
Evolução e taxonomia - Como organizar a biodiversidade? (código de grupo de docência 520)
Dia 2 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações. Inscreva-se aqui.

 

Acção de curta duração 3: 
Peluxologia e sistemática - Ensinar biologia através de uma analogia? (código de grupo de docência 520)
Dia 9 de Maio | 6 horas (das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00) | 15€

Mais informações. Inscreva-se aqui.

 

 

Acção de curta duração - Mexer no cérebro: Melhoramento cognitivo?

Novos desenvolvimentos para tratar a saúde mental – psicofármacos, implantes neuronais, interfaces cérebro-máquina, usados para défice de atenção, depressão, Parkinson e Alzheimer, etc. – são, ou poderão ser usados para intervir em cérebros “normais” e melhorar as capacidades cognitivas.
Estes desenvolvimentos, no entanto, levantam questões que merecem um debate alargado. O melhoramento cognitivo é mesmo real? Como se distingue tratamento de melhoramento? A quem se poderá aplicar, e quem poderá decidir a sua aplicação? Poderá o melhoramento cognitivo exacerbar desigualdades sociais? Serão necessárias normas específicas para regular a sua utilização, nomeadamente em meio escolar? Deverá a investigação biomédica para fins não-terapêuticos ser apoiada com fundos públicos? E a distribuição dos seus resultados, deverá ser assegurada pelo Estado?

Dia 21 de Março | 6 horas (das 10h00 às 18h00)


Mais informações.

 

 

Saúde Mental nas Escolas

As perturbações mentais surgem muitas vezes durante a infância ou adolescência, dependendo particularmente dos adultos a prevenção, reconhecimento, apoio, e encaminhamento adequado aos profissionais de saúde. Os educadores e professores têm por isso um papel preponderante na promoção da saúde, e intervenção precoce. Estas 4 acções de curta duração pretendem promover a literacia científica na área da saúde mental, e dotar os agentes educativos de competências que lhes permitam reconhecer comportamentos de risco de perturbação mental, intervir ou encaminhar.  A formação tem o apoio da Ordem dos Psicólogos e do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.

Acção de curta duração 1:
Os agentes educativos no bem-estar mental das crianças e adolescentes (Pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico)
Dia 7 de Março | 6 horas (das 11h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.


Acção de curta duração 2:
Perturbações mentais comuns na infância e adolescência (Pré-escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico)
Dia 28 de Março | 4 horas (das 14h30 às 18h30) |12€

Mais informações.

Acção de curta duração 3:
Os agentes educativos no bem-estar mental das crianças e adolescentes (2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário)
Dia 14 de Março | 6 horas (das 11h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.

Acção de curta duração 4:
Perturbações mentais comuns na infância e adolescência (2º e 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário)
Dia 28 de Março | 4 horas (das 14h30 às 18h30) | 12€

Mais informações.



Curso de Formação - Compreender a TERRA através do ESPAÇO

Pretende-se com esta formação dotar os professores do Pré-Escolar e do Ensino Básico, de uma base sólida de conceitos e conhecimentos fundamentais sobre ciência, relativas às matérias curriculares dos programas escolares, associados ao Espaço.  A formação tem uma duração total de 25 horas e encontra-se acreditada, na modalidade de curso de formação, com 1 unidade de crédito, na componente específica de formação (CCPFC/ACC-81470/15).

Consulte mais informação sobre a formação aqui.



1ª Conferência para professores “EspAciais” - A exploração espacial e a vida na Terra

A conferência pretende fornecer aos professores, dos Ensinos Básico e Secundário, ferramentas, técnicas e princípios científicos que lhes permita desenvolver actividades sobre temas actuais relacionados com o Espaço. A formação tem uma duração total de 13 horas e  encontra-se acreditada, na modalidade de curso de formação, com 0,5 unidades de crédito, na componente geral de formação (CCPFC/ACC-79311/14).

Consulte mais informação sobre a formação aqui.


 

Regulamento Interno do Centro de Formação Ciência Viva

Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores

Mais informações sobre o Centro de Formação Ciência Viva aqui.

 

 

  • Cursos de Formação
formação Fibonacci

Curso Fibonacci

Electromagnetismo

Formação sobre electromagnetismo